P e d e s t r i a n i s m o

     
C o n s u l t e

P E R C U R S O S
R E A L I Z A D O S    

         
       
     
 
       
     
 
       
     
 
       
 

       
     
 
 
 
 
 
 
 
 

 


 

Responsabilidade dos Participantes

 

Adquira a sua Licença Desportiva de Montanheiro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Percursos Pedestres do Município de Lamego
 

 

ASSOCIAÇÃO ESPAÇO JACOVEUS - OBTENHA AQUI A SUA CREDENCIAL DE SANTIAGO

 

Pr1
Pr3
Pr4
Pr5
Pr6
Desdobravel pr1
Desdobravel pr2
Desdobravel pr3
Desdobravel pr4
Desdobravel pr5
Desdobravel pr6
 
 
 
 
 
 
Calendário de Percursos Pedestres 2018
Dia
Mês

Designação do Percurso
Duração
Tipo

 

11

 

19

 

23

 

fevereiro

 

maio

 

setembro

 

Rota do Entrudo

 

GR Rota de Santiago no Concelho de Lamego

 

Rota das Vindimas

 

Um Manhã

 

Todo o Dia

 

Uma Manhã

 

Pequena Rota

 

Grande Rota

 

Pequena Rota


A Organização reserva o direito de alterar este calendário, sempre que tal seja necessário ou conveniente.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
ROTA DO ENTRUDO - 11 DE FEV 2018

 

No domingo, dia 11 de fevereiro, pelas 9h:15, junto ao coreto da Vila de Lazarim – Lamego, cerca de setenta caminheiros oriundos de várias localidades do país iniciavam a marcha para cumprir os cerca de 8 km da Rota do Entrudo – Máscaras de Lazarim, com passagem por Parafita, Mazes e regresso a Lazarim.
O dia estava frio e a ameaçar chuva, mas a caminhada foi feita a bom ritmo, apesar do numeroso grupo. Depois da longa subida que nos levou à localidade de Parafita, fizemos uma breve paragem para juntar os caminheiros e recuperar o fôlego. Pelas 10h:30, junto à ribeira de Mazes, fizemos nova pausa, mas desta vez para comer o que levávamos nas mochilas.


Já em Mazes, visitamos os cafés locais, convivendo com a população e, à saída da povoação, registamos o momento com mais uma foto de grupo.

Pelas 12h:00 chegamos ao Centro Interpretativo da Máscara Ibérica (C.I.M.I.), em Lazarim, onde fomos recebidos pela senhora diretora, arq. Tânia Borges. De seguida, após uma apresentação daquele Museu, o grupo iniciou a visita à exposição de máscaras ligadas às tradições de Carnaval (Entrudo), não só de Lazarim, mas também de outras regiões de Portugal e Espanha.
Após a visita, os caminheiros despediram-se, mas muitos ficaram na Vila para assistir ao cortejo alegórico com a participação, entre outros, dos caretos de Grijó – Bragança.
Visite a página do Ténis Clube de Lamego em  www.tenisclubelamego.com, onde poderá ver as fotos da Rota do Entrudo 2018.
Este evento foi mais uma organização da secção de pedestrianismo do Ténis Clube de Lamego,  em colaboração com: Centro Municipal de Marcha e Corrida de Lamego; Inovterra; Instituto Português do Desporto e Juventude; Federação Portuguesa de Campismo e Montanhismo; Grupo Caminhar – Facebook ; Amigos de Ferreiros A.C.D;  Revista – “O Praticante” ; Farmácia Senhora dos Remédios –Lamego; Câmara Municipal de Lamego e Junta de Freguesia de Lazarim.

VEJA AQUI TODAS A FOTOS
 
TOPO
 

 

Rota de Santiago no Concelho de Lamego

Pelas 8h:00 da manhã de sábado, dia 19 de maio de 2018, cerca de três dezenas e meia de caminheiros, oriundos de vários locais do país, foram recebidos no Salão Nobre da Câmara Municipal de Lamego, onde adquiriram as credenciais de Santiago, fornecidas pela organização do evento e carimbadas pela Drª Marisa Cardoso, em representação da senhora Vereadora do pelouro da Educação, Ação Social, Cultura, Desporto e Turismo.


Após algumas palavras por parte da organização e da Sra. Dr.ª Marisa Cardoso, os pedestrianistas partiram em autocarro para Bigorne, iniciando aí a marcha, em direção a Magueija. O dia, com muito sol e calor, dificultaria a marcha dos participantes, pois ao longo do dia tiveram que calcorrear cerca de 30 km.


Por volta das 10h:40, o grupo acercou-se de Magueija, onde foi acolhido pela Associação para o Desenvolvimento Social, Cultural e Desportivo de Magueija (A.D.S.C.D.M.) e pelo presidente da União de Freguesias Bigorne, Magueija e Pretarouca, Sr. Gilberto. Foi tempo de paragem para carimbar as credenciais e usufruir de bebidas frescas e iguarias da região, não faltando a música, a dança e a alegria. Só foi pena ser um momento de convívio tão breve, mas havia que avançar para cumprir horários!


Os caminheiros voltaram, então, ao trilho e, palmilhando terreno, foram deixando Matança, Matancinha, Sucres, Penude e Arneirós para trás, conseguindo chegar ao Santuário de Nossa Senhora dos Remédios às 13h:30, horário previsto pela organização. Aqui, repousaram e almoçaram, enquanto admiravam uns jovens noivos, casadinhos de fresco, a saírem da Igreja.


Cerca das 14h:20, o grupo partiu para a última etapa, em direção à Praça do Comércio, em Lamego, local onde está colocado um marco do Caminho Português Interior de Santiago e ponto de inclusão dos caminheiros que se inscreveram para o trajeto da tarde. Aí chegados e reagrupados, seguiram em direção ao lugar do Torrão, junto à ponte pedonal da Régua. Este percurso passa por Souto Côvo, Sande, Central do Varosa e ponte de alvenaria sobre o rio Varosa.


Eram cerca das 17h:45, quando o autocarro da organização recolheu os caminheiros, junto ao Rio Douro, para o regresso a Lamego.


Durante a viagem de volta a Lamego, os participantes fizeram uma avaliação positiva ao evento, não deixando de referir a fabulosa receção de que foram alvo, em Magueija.


Este foi mais um evento com organização da Secção de Pedestrianismo do Ténis Clube de Lamego e apoio de: Centro Municipal de Marcha e Corrida de Lamego; Espaço Jacobeus; Inovterra; Instituto Português do Desporto e Juventude; Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal; Revista OPraticante; Associação D.S.C.D – Magueija; Farmácia Nossa Senhora dos Remédios; União de Freguesias Bigorne, Magueija, Pretarouca; e Câmara Municipal de Lamego, a quem endereçamos os nossos agradecimentos pela excelente colaboração prestada.

 
veja todas as fotos
TOPO

 

Passeio Pedestre “ Terras de D. Pedro Afonso”


 

A histórica vila de Lalim, Lamego, possui um dos seis trilhos marcados pelo município de Lamego, o PR3 – Terras de D. Pedro Afonso. É um percurso muito belo que incompreensivelmente, tem sido pouco divulgado e trilhado, o que contribuiu para a sua degradação por falta de manutenção! As últimas intempéries, como a “chuva gelada” que partiu a vegetação, encerraram o percurso!
Atento a esta realidade, o senhor presidente de Junta de Lalim, Bruno Carneiro, procurou apoios para a sua requalificação, mas escassearam! Inconformado, meteu mão à obra e, com a ajuda de amigos e os seus parcos meios materiais, limparam e remarcaram o trajeto!


A Secção de Pedestrianismo de Lamego associou-se a esta iniciativa e, numa parceria com a junta, promoveu o Passeio Pedestre “Terras de D. Pedro Afonso”.  


Assim, pelas 9h:00 da manhã de domingo, primeiro dia de julho de 2018, cerca de quatro dezenas de caminheiros, incluindo o Sr. Presidente de Junta, Bruno Carneiro, iniciaram o percurso, junto à Igreja da vila. O clima do dia, quente mas com aguaceiros, afastou muitos participantes que se tinham pré-inscrito!


 Avançamos logo rumo a Melcões superando uma longa subida que testou a resistência dos caminheiros. Entre Melcões e Meijinhos, fizemos uma paragem técnica, encontrando à nossa espera uma carrinha com fruta e água à disposição dos participantes, cortesia da Junta de Freguesia! E que bem souberam aquelas laranjas doces e sumarentas!


Cheios de energia, retomamos a caminhada. Chegados a Meijinhos, pelas 11h:00, detivemo-nos no parque de merendas coberto, onde restauramos as forças com a merenda que levamos nas mochilas e com a fruta gentilmente oferecida pela Junta de Lalim. Antes de partirmos para Lazarim, fizemos uma foto de grupo para memória futura.


O percurso entre Meijinhos e Lazarim impressionou pela manifesta destruição da floresta pelas catástrofes naturais, o que não deixou ninguém indiferente, tal a desolação paisagística! Há que olhar para aquela floresta morta pois, nesta altura, não passa de uma massa altamente combustível, com pouco valor económico e paisagístico! Uma pena!


Depois de passarmos Lazarim, vila dos típicos caretos, iniciamos a última etapa do percurso rumando a Lalim! Pelo caminho fomos “premiados” com uma “bela” chuvinha de verão que fez as delícias dos mais acalorados, mas causou desalento de outros. Nada de complicado!


Às 12h:00, acercamo-nos do parque de merendas de Lalim, junto ao rio, onde nos esperava o “staff” da Junta de Lalim e amigos, com mais um “miminho”! Grelhados acabados de sair da brasa, pão, bebidas e a famosa bola de Lalim! Foi tempo de convívio e merecido reconhecimento ao Sr. Bruno Carneiro.


Após os devidos agradecimentos, a toda a gente lalinense envolvida neste evento, regressamos às viaturas, depois de percorridos os cerca de 11 km do inolvidável trajeto que atravessa emblemáticas localidades do concelho de Lamego!
Se gosta de caminhar, poderá participar na caminhada do “Douro Cister Trail”, no dia 14 de julho às 8h, na Mini-hídrica do Varosa. Um evento do nosso parceiro Inovterra, de Vila Pouca de Salzedas.
Programa e inscrições em  https://www.facebook.com/associacao.inovterra/.

Esta, foi mais uma iniciativa da secção de pedestrianismo do Ténis Clube de Lamego e da Junta de Freguesia de Lalim – Lamego em colaboração com: Centro Municipal de Marcha e Corrida de Lamego;  Inovterra; Instituto Português do Desporto e Juventude; Federação Portuguesa de Campismo e Montanhismo; Amigos de Ferreiros A.C.D;  Revista – “O Praticante” ; Farmácia Senhora dos Remédios –Lamego e  Câmara Municipal de Lamego.

Rui Ramos

 
Veja todas as fotos
 
 
TOPO
 

 

ROTA DAS VINDIMAS

No domingo, dia 23 de setembro, mais de uma centena de caminheiros respondeu à chamada para a Rota das Vindimas, organizada pela secção de pedestrianismo do Ténis Clube de Lamego. O numeroso grupo que se juntou em Samodães – Lamego, por volta das 9h:15 da manhã, para percorrer os cerca de 8 km de um dos mais belos percursos pedestres do munícipio de Lamego, estava ansioso por dar início à marcha, até porque o sol, que devia ser de outono, brilhava como no pico do verão.


Com o Douro vinhateiro embrenhado na colheita do seu nobre fruto, em Samodães não era exceção, era tempo da vindima. Para além da magnífica paisagem que a todos deslumbra e que faz as delícias dos aficionados da fotografia, os valentes caminheiros puderam aproveitar a caminhada para sentir a azáfama da vindima e ainda provar a doçura das uvas ou dos figos que comidos da planta/ árvore têm outro gosto.


A primeira parte do trilho foi feita com alguma facilidade, não fosse o percurso sempre a descer em direção ao rio Douro, até ao Vale de Abraão onde a Sraª Presidente da Junta de Freguesia de Samodães, Dona Alzira Coelho, esperava o grupo com a sua equipa, com um ”mimo” - vinho fino de Samodães (vulgo vinho do Porto), acompanhado por deliciosos biscoitos. O calor já apertava e a pausa foi muito apreciada por todos para descansar e recuperar forças para a segunda parte do trajeto, sempre a subir em direção ao local de partida.


Com um grupo tão numeroso, a subida fez-se lentamente, em amena cavaqueira, ouvindo-se conversas em inglês, alemão, italiano, francês e, claro, português, não estivessem também no grupo alguns turistas alemães, italianos e franceses. Nesta fase da caminhada, foi também possível visitar algumas quintas, que abriram as suas adegas e deram a provar o magnífico néctar produzido nesta região.


Nunca é demais recordar que o Douro é uma região vitivinícola única, famosa pelo seu vinho e por ser a primeira região demarcada reconhecida do Mundo, foi criada no reinado de D. José I, pelo seu Primeiro-Ministro, Marquês de Pombal.


 Pelas 12h:00, a caminhada estava concluída e o Grupo de Bombos de Samodães saudava os caminheiros, junto da Sede da Junta de freguesia, onde se assava um porco no espeto que iria deleitar os participantes.


Os nossos agradecimentos a toda a população de Samodães, ao Grupo de Bombos de Samodães, ao executivo da Junta de Samodães, especialmente à Sraª Dona Alzira e seu marido Sr. Adão Coelho. Muito, muito obrigado!

 


Se gosta de caminhar, poderá participar já no domingo, dia 30, na caminhada “Barragem de Balsemão”, com saída às 8h:30 do Café Almedina em Lamego. Organização dos Amigos do Café Almedina.


Este foi mais um evento realizado pela secção de pedestrianismo do Ténis Clube de Lamego, em colaboração com: Centro Municipal de Marcha e Corrida de Lamego; Inovterra; IPDJ – Instituto Português do Desporto e Juventude; Grupo Caminhar – Facebook ; Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal; Amigos de Ferreiros A.C.D;  Revista – “O Praticante” ; Farmácia Senhora dos Remédios – Lamego; Junta da Freguesia de Samodães e Câmara Municipal de Lamego.

Rui Ramos

 
 
 
TOPO

 

ROTA DA CASTANHA 2018

 

No domingo, dia 28, cerca de meia centena de caminheiros partiram, pelas 8h:50, da sede do Ténis Clube de Lamego no Complexo Desportivo de Lamego, para trilhar 16 quilómetros de caminhos da freguesia de Vila Nova de Souto D’el Rei, pelas povoações de Arneirós, Juvandes e Póvoa, onde, nesta época do ano, os soutos mostram o seu fruto.


O dia amanheceu muito frio e, à hora da partida, começou a chover, assustando os participantes que, na maioria, não traziam impermeáveis! No entanto, ninguém abdicou do passeio pedestre.


Depois de umas breves recomendações por parte da organização, iniciamos a marcha e após os primeiros dois quilómetros a chuva desapareceu e, algum tempo depois, o sol rompeu.

 
Por volta das 11h:00, depois de passarmos por Juvandes, paramos no parque de merendas, junto à A24, com vista para a Serra de Santa Helena. Foi tempo de descanso, aconchego de estômagos e, antes de partir, a foto de grupo para memória futura.

 


Já na Póvoa, o vento suão fez-se sentir, causando algum desconforto, apesar do sol a brilhar.


O regresso fez-se num ritmo mais acelerado, pois “a descer todos os Santos ajudam” e, por volta da 13h:00, chegava-se ao Complexo Desportivo de Lamego.


Uma palavra de apreço a este fantástico grupo de caminheiros, alguns oriundos de longe, pelos bons momentos de são convívio e camaradagem. Obrigado!


Se gosta de caminhar, não deixe participar na Rota do Castanheiro no dia 11 de novembro, com organização da Associação Desportiva de Avões.


Este foi mais um evento da secção de pedestrianismo do Ténis Clube de Lamego, em colaboração com: Centro Municipal de Marcha e Corrida de Lamego;  Inovterra; Instituto Português do Desporto e Juventude; Federação Portuguesa de Campismo e Montanhismo; Amigos de Ferreiros A.C.D;  Revista – “O Praticante”; Farmácia Senhora dos Remédios –Lamego; Câmara Municipal de Lamego e Junta de Freguesia de Vila Nova de Souto D’el Rei.

Rui Ramos

 
VEJA AQUI TODAS AS FOTOS
 
 
 
 
 
 
 
 
TOPO